terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Poesia de Verão

TOMEI MUITA CHUVA
E ESSE BANHO NO CORPO E NA ALMA
ME CAIU COMO UMA LUVA...
FAZENDO UMA FAXINA E LEVANDO EMBORA
COMO NUMA ENCHENTE
TUDO O QUE NÃO MAIS FAZ SENTIDO
E NÃO É MAIS PRESENTE...
FOI EMBORA NESSA INUNDAÇÃO
TUDO O QUE NÃO CABE EM MEU CORAÇÃO...

E ME PREPARO ENTÃO PARA O NOVO ANO
COM FÉ, GARRA E MUITO AMOR
LEVANDO NO PEITO A CERTEZA
DE QUE ESTAMOS CAMINHANDO
E A VIDA CONTINUA SEMPRE EM FRENTE
PARA AQUELES QUE NÃO DESISTEM..."

Aninha Paterniani

Nenhum comentário:

Postar um comentário