terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Para um novo ano

Nada de lição de moral, nem torturas mentais ou conselhos à moda auto-ajuda.
Não.
É tempo de relaxar e quem sabe refletir, sentir algo que possa tocar.
Cada qual com suas dores, angústias e alegrias.
Cada qual com seus desejos, alguns realizáveis e outros nem tanto.

Pudéssemos todos nos compreender melhor uns aos outros,
Nos olhar nos olhos uns dos outros,
Nos abraçar com ternura ou nos afastar com carinho, quando necessário.

Talvez ainda possamos, afinal estamos aqui,
juntos e solitários ao mesmo tempo,
tristes e felizes, estranhos e perversos.

Assim é um pouco de nós - ou não??
Para começar de novo, para sonhar mais uma vez um novo ano...

E nele viver tão somente o que for possível!

7 comentários:

  1. Verdadeiro, preciso e necessário. Leitura obrigatória.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Conselhos especiais vindo de uma pessoa prá lá de especial, como você Andreia:"Que neste Natal possamos espalhar palavras de amor e amizade, e, que elas vocalizem no nosso "EU", incorporando o verdadeiro sentido da vinda de Nosso Senhor, no movimento histórico feito através do presépio de Belém. Reflita junto a sua família à importância de cada um ser o "Natal". Amém!

    Ana Marly de Oliveira Jacobino

    ResponderExcluir
  3. Conselhos especiais vindo de uma pessoa prá lá de especial, como você ANDREA:"Que neste Natal possamos espalhar palavras de amor e amizade, e, que elas vocalizem no nosso "EU", incorporando o verdadeiro sentido da vinda de Nosso Senhor, no movimento histórico feito através do presépio de Belém. Reflita junto a sua família à importância de cada um ser o "Natal". Amém!

    Ana Marly de Oliveira Jacobino

    ResponderExcluir
  4. Excelente refexão, própria para época!
    Parabéns!
    Sandra Vacchi

    ResponderExcluir
  5. Linda mensagem!

    Somos tristes, alegres, estranhos e perversos; há quem diga que não; não vou mentir, sou mesmo assim, uma miscelânea de sentimentos.

    Viva a possibilidade de recomeçar.

    Obrigada pela visita.

    Beijos e boas festas.

    ResponderExcluir
  6. Viver o que for possível... frase bonita esta para encerrar um texto muito bom!
    Pois acredito que seja disto mesmo o que precisamos: viver dentro das possibilidades e nos alegrarmos com o que vier além disto.
    Espero que suas festas de Natal tenham sido ótimas e que o ano de 2010 comece assim: dentro das possibilidades!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  7. Carinho: postei uma surpresa para você no nosso blog. Abraços Poéticos

    Ana Marly

    ResponderExcluir