segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Quantos "eus" nos habitam?





Quantos "eus" nos habitam? Ninguém melhor do que Fernando Pessoa para nos falar sobre isso!

Um poeta que criou tantos heterônimos: 127! Dos quais 3 ou 4 são os mais conhecidos: Álvaro de Campos, Ricardo Reis, Alberto Caeiro e o polêmico Bernardo Soares, que nem sempre é considerado heterônimo.

Cada um deles teve vida própria, personalidade distinta, data de nascimento e morte, vivendo na imaginação de Fernando Pessoa e podendo viver na de seus leitores também, até hoje.

Com este grande poeta português, tão apaixonante, compreendemos que muitos personagens, muitos desejos e muitas vidas fazem parte de nós e de nossas relações. Nem por isso nos tornamos esquizofrênicos! É possível expressar nossos diversos "eus" através da arte, em qualquer linguagem: música, poesia, literatura, teatro, dança. Desta forma, nos sentimos mais vivos, mais criativos e espontâneos.

E para quem quiser conhecer de perto Fernando Pessoa, além de ler suas poesias, fica o convite para a deliciosa leitura do livro de José Paulo Cavalcanti Filho: FERNANDO PESSOA: UMA QUASE AUTOBIOGRAFIA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário