sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Cultura e Identidade

Brichos (www.brichos.com.br ) é um desenho animado nacional, dirigido por Paulo Munhoz e Antonio Éder, de classificação livre, com 77 minutos de duração. Foi exibido nos cinemas a partir de 2006 e está disponível para compra em DVD, junto com o livro, obra literária em quadrinhos.
O filme é o primeiro longa metragem paranaense de animação, apresentando ao público uma história muito interessante, na qual os personagens principais - Tales, Jairzinho e Bandeira, filhotes de jaguar, quati e tamanduá - aprendem a lidar com seus conflitos de identidade, pesquisando as origens de seus familiares e criando, assim, novas relações entre pais, filhos, professores e alunos.
Em entrevista, o diretor Paulo Munhoz afirmou que a criação do filme teve como ponto de partida a fauna brasileira, desvalorizada por nós e pelas diversas mídias que fazem parte de nosso cotidiano.
Devido a uma série de condicionamentos sociais, em geral achamos mais interessantes filmes, desenhos e outros produtos que vêm dos EUA. Perdemos, dessa maneira, a possibilidade de perceber e refletir sobre nossa própria identidade cultural.
Brichos significa Bichos Brasileiros, nome de uma vila em que alguns de seus jovens habitantes buscam conhecer a própria história, pesquisando o passado sem perder as referências da modernidade e nos ensinando, também, que indivíduo e grupo se relacionam necessariamente. Não há como pensar a formação da identidade de uma pessoa sem levar em conta a cultura na qual ela vive.
Neste e em muitos outros aspectos - relacionamentos, autoridade, violência, meio ambiente - o filme é absolutamente feliz, cultivando novos olhares e atitudes através de uma linguagem que fala tanto para crianças quanto para adultos.

Um comentário:

  1. Caríssima Andrea; PARABÉNS PELO INCENTIVO DE MOSTRAR O DESENHO NACIONAL E, ASSIM CULTIVAR A IMPORTÂNCIA DA NOSSA FAUNA, FLORA...E TODO O NOSSO MEIO AMBIENTE. ABRAÇOS FRATERNOS

    ANA MARLY DE OLIVEIRA JACOBINO

    ResponderExcluir