domingo, 10 de maio de 2009

Reflexão: Desafios da Maternidade

Atualmente, as mulheres desempenham muitos papéis na sociedade: são profissionais, donas de casa, esposas e mães. Ser mãe, ao contrário do que se pensa freqüentemente, é um processo diário de aprendizagem, uma experiência de relacionamento com os filhos e com o mundo.

Nem sempre e nem a todo momento essa experiência é gratificante ou prazerosa. Há situações e fases em que angústias, inseguranças e frustrações podem predominar. Não há como pensar em uma mãe perfeita e feliz o tempo todo, pois isso não seria humano: nós, humanos, somos seres frágeis e vivemos em constante transformação.

Nesse sentido é que seria bastante interessante e saudável admitir que não temos “super poderes”, que muitas vezes não é possível fazer tudo ao mesmo tempo e que podemos precisar da ajuda de outras pessoas para cuidar de nossos filhos e das tarefas domésticas. 

Percebo uma crescente insatisfação no dia-a-dia das mães, relacionada a uma enorme sobrecarga de trabalho profissional e doméstico. Acredito, no entanto, na importância e na necessidade de todas nós, mães, aprendermos a nos cuidar com maior zelo, realizando atividades que apreciamos e também compartilhando muitas de nossas excessivas responsabilidades com outras pessoas - maridos e filhos, por exemplo -, sem medo de perder o controle.

Dessa maneira, quem sabe, trilharíamos um caminho no qual o papel de mãe poderia ser vivenciado mais livremente, com sabor de afeto, carinho e muitos abraços.


3 comentários:

  1. Olá Andrea,

    Espero que tenha passado um excelente domingo de Dia das Mães.

    Fiz minha viagem curta - nem fiquei 24 horas - para poder passar o meu domingo ao lado de minha mãe em Minas. Ela merece, afinal, assim como mostra seu texto, se desdobrou para que fizesse o ensino superior: deixou de ser dona de casa e foi trabalhar para que entrasse dinheiro todo mês e me formasse.

    Me lembro que ela dizia: vc acabando de se formar, eu paro. Mas não foi assim, a minha irmã cresceu, chegou aos 15, veio a necessidade de pagar um colégio e ela já está pensando na faculdade dela.

    Mães que pensam nos filhos em primeiro plano.

    E é claro, sei que não vai parar, porque o trabalho lhe proporcionou algo que nunca imaginou: comprou o seu primeiro carro, por exemplo, e hoje não precisa se submeter ao meu pai quando precisa de algo.

    Sei lá, de repente senti a necessidade de registrar esta história aqui.

    Um super finzinho de domingo!

    ResponderExcluir
  2. Para deixar registrado, amei o novo endereço.
    Estarei acompanhando constantemente.
    Já sou um seguidor!

    ResponderExcluir
  3. gosto dessa sua ideia de textos relativamente curtos, densos. alem de gostar de suas ideias. e de você. um abraço. moysés

    ResponderExcluir